Normas para Submissão de Artigos

A PROPOSTA Devem ser digitada em arquivos com extensão pdf, rtf e doc de forma completa, em tamanho A4 (210 mm x 297 mm) com espaço duplo e margem de 2cm em cada lado, com um total de, no máximo, 30 páginas, incluindo tabelas e ilustrações. Deve ser utilizada a fonte Times New Roman, tamanho 12, para o texto e tamanhos 9 e 14 para notas de rodapé e título, respectivamente. A proposta deverá observar a seguinte estrutura: 2.1 TÍTULO Título e subtítulo, se houver, devem aparecer na página de abertura do artigo, em português (Brasil) e em inglês (Inglaterra) quando o texto for escrito em português e em ordem inversa, quando em inglês. 2.2 AUTORES Nome completo dos autores com indicação de sua Instituição. 2.3 RESUMO E ABSTRACT Consiste em uma apresentação concisa, em português e em inglês, respectivamente, dos pontos relevantes do texto, contendo a introdução, os objetivos, a metodologia central, os principais resultados e as conclusões, num texto de 250 palavras. 2.4 PALAVRAS-CHAVE (KEY WORDS) Citar no máximo cinco palavras ou expressões que identificam o conteúdo do artigo, em português e em inglês, respectivamente. 2.5 TEXTO Os elementos textuais compreendem a introdução, os materiais e métodos, os resultados e discussões e as conclusões. Os títulos das seções devem ser numerados de 1 a 5, em maiúsculas negritadas. 2.6 REFERÊNCIAS Devem seguir as normas da ABNT NBR6023, ordenadas alfabeticamente pelos sobrenomes dos autores, e restritas às citadas no texto. As abreviaturas dos títulos dos periódicos citados deverão seguir as normas internacionais. Alguns exemplos de referências bibliográficas: SANTI,V. de. Medicamentos: verso & reverso da propaganda. Ponta Grossa: Editora UEPG, 1999. 116 p. FIDALGO,O.; BONONI,V.L.R. Técnicas de coleta, preservação e herborização de material botânico. São Paulo: Instituto de Botânica, 1986. 156 p. STAHL,S.S. Marginal lesion. In: GOLDMAN,H.M.; COHEN,D.W. Periodontal therapy. 5.ed. St. Louis: Mosby, 1973. p. 94-98. JANSEN,J.L. Modificação da superfície de partículas sólidas através de tensoativos não iônicos em solução aquosa: adsolubilização de esteróides, ácidos barbitúricos e outras moléculas ativas. Paris, 1995. 734 p. Tese (Doutorado em ) – Université de Paris-Sud. TAKEDA,I.J.M., GUERRERO,R.T. Fungos endófitos do gênero Xylaria em Ilex paraguariensis St. Hil (Aquifoliaceae). Publicatio UEPG, Ciências Biológicas e da Saúde, Ponta Grossa, v.1, n.3, p.109-125, 1997. g) Ilustrações Os quadros e tabelas devem ser numerados com algarismos arábicos, conter um título que indique o seu conteúdo e estar inseridos no texto; quando houver fonte a ser informada, a legenda deve ser colocada abaixo, com letras de menor tamanho. As ilustrações (figuras, gráficos, fotografias, desenhos, mapas) de boa qualidade gráfica em arquivos com extensão JPG, BMP, CDR ou XLS, devem ser legendadas com o termo designativo seguido da ordem de ocorrência com algarismos arábicos (Ex. Figura 1, Gráfico 2, Fotografia 3) na parte inferior. As legendas devem permanecer inseridas corpo do texto. As notas, mínimo indispensável, devem ser digitadas ao pé de página, numeradas de forma contínua. Se houver nota no título, deverá ser usado asterisco (*). Devem ser usados os nomes dos compostos e dos elementos em vez de fórmulas e símbolos; os períodos de tempo por extenso; binômios da nomenclatura em biologia, por extenso e em itálico negrito; os símbolos matemáticos e físicos, conforme as regras internacionais; os símbolos métricos, de acordo com a legislação brasileira vigente. As propostas, originais e inéditas, redigidas em português ou em inglês, preferencialmente, não podem simultaneamente serem submetidas a outros periódicos, e devem ser acompanhadas de uma autorização formal para publicação emitida pelo autor principal. Devem ser encaminhadas por via eletrônica aos Editores Científicos de cada área, que avaliarão a contextualização no escopo da revista e indicarão os nomes de dois consultores ad hoc, que terão um prazo previamente estabelecido para emitir seu parecer. Se houver consenso, a proposta será aceita ou rejeitada, e se não houver será solicitado o parecer de um terceiro consultor. Estes pareceres serão analisados pelos Editores Científicos que emitirão a decisão tomada com base em fatos concretos, seja de acolhimento ou de rejeição da proposta. Em caso de reformulação de proposta será permitida uma única vez e com tempo definido; caso contrário a tramitação será reiniciada.