EFICÁCIA DE GESTÃO DO PARQUE NACIONAL DOS CAMPOS GERAIS, PARANÁ1

SAIMON FRANCISCO DOS SANTOS BACH, Isonel Sandino Meneguzzo, Juliane Coimbra Bczuska, Giulliano Hilgenberg de Oliveira Capote

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar a eficácia de gestão do Parque Nacional dos Campos Gerais, situado no estado do Paraná. Os procedimentos metodológicos envolveram análise de bibliografia referente à área de estudo, legislação pertinente e aplicação de formulário de entrevista. Após estes procedimentos os dados coletados foram confrontados com um método de análise de eficiência de gestão proposto por Faria (2004), baseado nos seguintes âmbitos: Político-legal, Planejamento e Ordenamento, Administrativo, Conhecimento e Qualidade dos Recursos Protegidos. O resultado indicou um porcentual de 48,41% de eficácia de gestão. Pôde-se constatar que a unidade de conservação possui um índice relativamente baixo de eficiência de gestão, considerando que diversas políticas ambientais ainda não foram implementadas pelo poder público federal.


Palavras-chave


políticas ambientais. conservação da natureza. Campos Gerais do Paraná

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5212/publicatio%20uepg.v22i2.9753


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.