ANÁLISE DO TEOR DE FLÚOR NAS ÁGUAS DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DE PONTA GROSSA-PR: DEZ MESES DE HETEROCONTROLE

Denise Stadler Wambier, Marcia Helena Baldani, Aalberto Estefano Guilherme Kloth, Maria Lucia Vetorazzi, Rafael Gomes Ditterich, Deyvis Kolodziyczyk de Oliveira

Resumo


Este estudo objetivou monitorar, durante dez meses, a concentração e regularidade dos teores de fluoretos nas águas de abastecimento público do município de Ponta Grossa-PR. Foram realizadas coletas mensais de água nos reservatórios urbanos das Estações de Tratamento da SANEPAR, todas no mesmo horário e em datas previamente estabelecidas, durante o período de outubro de 2006 a julho de 2007. A concentração de flúor presente nas amostras de água foi determinada pelo método colorimétrico. Uma vez analisadas, estas foram classi-ficadas como aceitáveis ou não, de acordo com a concentração de flúor encon-trada. Das amostras analisadas, pequena parte apresentou teores aceitáveis de fluoretos. As demais mostraram teores inaceitáveis, sendo que algumas se apresentavam-se subfluoretadas (< 0,55 mg/L) e a maior parte superfluoretadas (> 0,85 mg/L). Verificou-se uma inconstância nos teores de fluoretos encontrados nas amostras, predominando o número de amostras coletadas com valores acima dos aceitáveis para o município. Os resultados indicam a urgência de um programa de heterocontrole em Ponta Grossa-PR.

Palavras-chave:flúor, fluoretação da água, análise da água, abastecimento de água


Texto completo:

Artigo


DOI: http://dx.doi.org/10.5212/publicatio%20uepg.v13i1/2.451


O CONTEÚDO DOS ARTIGOS É DE RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DOS AUTORES.