A PRÁTICA PEDAGÓGICA ARTÍSTICA ENQUANTO FORMA INOVADORA DO ENSINO DE ARTE NO SUDOESTE DO PARANÁ, UMA ANÁLISE ENTRE OS ANOS DE 2009 A 2014

Raquel Antunes da Silva, Gustavo Ellwanger Calovi

Resumo


Após alguns estudos realizados ao longo da especialização em História, Arte e Cultura, busca-se por meio deste trabalho analisar a prática pedagógica artística enquanto forma inovadora do ensino de Arte no sudoeste do Paraná entre os anos de 2009 a 2014. Para tanto, a problemática que norteia a investigação do trabalho consiste em verificar de que forma a Prática Pedagógica do Curso de Licenciatura em Artes da Faculdade de Ampére – FAMPER pode ser vista como uma forma de ensino inovador e criativo na colaboração do processo de ensino aprendizado. Desse modo, na primeira parte do trabalho apresentaremos o contexto histórico do município de Ampére, bem como, da Faculdade e do Curso de Arte. Nesse momento será dada ênfase a questão histórica temporal. Já num segundo momento será abordado sobre a Prática Pedagógica, que funciona como um laboratório pedagógico do referido curso. Por fim, será analisado e explanado de que forma tal prática contribui para a formação do arte educador enquanto uma possibilidade de explorar a criatividade da metodologia de ensino de arte. Para isso, busca-se apresentar o significado de prática pedagógica artística e suas implicações na comunidade amperense, e também compreender por meio de alguns projetos de Práticas Pedagógicas sobre as formas inovadoras de ensino. Essa questão é fundamental uma vez que a temática central vai ao encontro dos anseios e exigências da sociedade contemporânea, ou seja, o desafio de utilizar práticas inovadoras no processo de ensino aprendizagem.

 


Palavras-chave


Ensino; Arte; Inovação.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários