AO RITUAL DA DIVINA LITURGIA PASCAL ENTRE OS DESCENDENTES DE UCRANIANOS DE ARIRANHA DO IVAÍ-PR: PERMANÊNCIAS E RESSIGNIFICAÇÕES RELIGIOSAS (2003-2013)

Fernanda MAZUCO, Maria Skavronski

Resumo


 

Este trabalho se propõe a analisar as permanências e ressignificações do ritual da Divina Liturgia Pascal entre os descendentes de ucranianos de Ariranha do Ivaí-PR. Esta localidade pertenceu à cidade de Ivaiporã-PR como distrito até 1996, quando foi reconhecida como município. A colonização de Ariranha do Ivaí ocorreu entre as décadas de 1940 e 1960 e entre os colonizadores estavam os ucranianos e seus descendentes que até nos dias atuais são adeptos da religião católica ucraniana de rito bizantino. Suas cerimônias e rituais religiosos são praticados na Capela São Miguel Arcanjo, onde a Páscoa é vivenciada por essas pessoas como a maior festa da igreja. A presente pesquisa foi realizada com base em revisão bibliográfica, como também em fontes orais que permitem através das rememorações interpretar fragmentos de um fato passado. Foram utilizados documentos clericais e canônicos para a compreensão da Litúrgica Bizantina. Destaca-se que a Liturgia Pascal é uma ação ritual religiosa definidora de identidade étnica ucraniana que através das relações sociais iniciou um processo de ressignificação a partir do ano de 2003, também motivado pela tradução das celebrações e cerimônias religiosas da língua ucraniana para o português. Outro fator que implicou alterações foi a redução do número de fiéis que frequentam a capela. 


Texto completo:

PDF